Informações sobre sarampo, causas, sintomas, prevenção e tratamento do sarampo, identificando os tipos de problemas provocados pelo sarampo, as suas manifestações clinicas, a epidemiologia e a forma como é transmitido.


quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Modos de Transmissão do vírus do sarampo

O vírus do sarampo é transmitido diretamente de pessoa para pessoa através da inalação de gotículas suspensas, ou pelo contato com secreções nasofaríngeas infeciosas. O sarampo também pode ser transmitido indiretamente, por objetos contaminados com secreções nasofaríngeas. O vírus do sarampo é lábil. Metade da infectividade é perdida a cada 2 horas. a 37 ° C. Por isso, depende do número inicial de partículas virais na gotícula. Ele não sobrevive sobre uma superfície seca, por isso tem um tempo de sobrevivência curto em objetos contaminados. Efetivamente, o virus do sarampo espalha-se como um aerossol. O vírus sobrevive à secagem em microgotículas do ar de modo relativamente bom, ao contrário de secagem sobre uma superfície plana. O sarampo é uma das doenças mais contagiosas de todas as doenças infecciosas, com taxas de ataque superior a 90% entre contatos próximos suscetíveis.

O período de incubação varia de 7 a 18 dias (média de 10 a 12 dias) a partir da exposição ao aparecimento de sintomas prodrómicos. O intervalo entre a exposição  e o início do exantema é geralmente de 14 dias (variação de 7 a 18 dias), e raramente mais longo, entre 19 e 21 dias. A administração de IG no início do período de incubação pode prorrogar esse prazo para 28 dias. 
Pessoas infetadas com sarampo são infecciosas 4 dias antes do início do exantema e até 4 dias após o início do exantema. Pessoas imunodeprimidas podem ter um longo período de transmissibilidade.

Índice dos artigos relativos a Sarampo

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL