Informações sobre sarampo, causas, sintomas, prevenção e tratamento do sarampo, identificando os tipos de problemas provocados pelo sarampo.


Sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave, transmissível e extremamente contagiosa, muito comum na infância. A viremia, causada pela infecção, provoca uma vasculite generalizada, responsável pelo aparecimento das diversas manifestações clínicas, inclusive pelas perdas consideráveis de eletrólitos e proteínas, gerando o quadro espoliante característico da infecção. Além disso, as complicações infecciosas contribuem para a gravidade do sarampo, particularmente em crianças desnutridas e menores de 1 ano de idade.


Quais são as possíveis complicações de sarampo?

As complicações do sarampo são mais prováveis de ocorrer nas crianças com um sistema imunitário deficiente (tais como aquelas com leucemia ou HIV), aquelas que estão desnutridas, crianças com menos de 5 anos e adultos. Muitas crianças desnutridas morrem em todo o mundo devido Ao sarampo, geralmente a partir de uma infecção pulmonar secundária (pneumonia). Existem ainda os relatos ocasionais de crianças no Reino Unido que morrem de complicações de sarampo. Estas crianças geralmente não foram imunizadas.
Complicações mais comuns incluem:
- Infecção do olho (conjuntivite);
- A inflamação da laringe (laringite);
- Infecção do ouvido causando dor de ouvido;
- Infecções das vias respiratórias, como bronquite e laringite, que pode ser comum.

Embora estas complicações possam ser angustiantes, elas geralmente não são graves.
Outras complicações menos comuns que podem estar associadas ao sarampo incluem:
- Um ajuste febril (convulsão) ocorre em cerca de 1 em 200 casos. Isso pode ser alarmante, mas a recuperação plena é habitual.
- Inflamação do cérebro (encefalite). Esta é uma complicação rara mas muito grave. Ocorre em cerca de 1 em 5.000 casos. Esta situação provoca normalmente sonolência, dor de cabeça e mal-estar (vómitos) que começam cerca de 7 a 10 dias após o início da erupção cutânea. Encefalite pode causar danos cerebrais. Algumas crianças morrem devido a esta complicação.
- Infecção do fígado (hepatite).
- Pneumonia. Esta é uma complicação grave que por vezes se desenvolve. Os sintomas típicos incluem respiração rápida ou difícil e dores no peito.
- Estrabismo é mais comum em crianças que tiveram sarampo. O vírus pode afectar o nervo ou os músculos do olho.
- A doença do muito rara pode desenvolver-se anos mais tarde, num número muito pequeno de pessoas que tiveram sarampo. Isto por vezes pode ocorrer vários anos após a obtenção do sarampo. Esta condição pode ser fatal.


ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL